Clima Organizacional




O clima organizacional é compreendido, segundo Puente-Palacios e Martins (2013), como o conjunto das percepções dos trabalhadores e trabalhadoras sobre os aspectos do ambiente organizacional. Conhecer o clima organizacional da UFRN surge, assim, como um importante caminho para que a Instituição não apenas propicie um espaço de reflexão sobre seu ambiente de trabalho, mas também obtenha importantes subsídios para construir ações direcionadas à melhoria das políticas internas da UFRN.

Com esse objetivo, a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGESP) instituiu um grupo de trabalho composto por psicólogos(as) organizacionais e da saúde, assistentes sociais, pedagogo e engenheira de produção, responsável por construir, em alinhamento com a literatura científica da área de clima organizacional, um instrumento de pesquisa de clima coerente com as especificidades do contexto organizacional da UFRN. Após diversas etapas de construção, adaptação, testes-piloto e validação teórico-estatística por juízes e juízas especialistas externos(as), foi construído e validado o Formulário de Pesquisa de Clima da UFRN. 

Esse formulário conta com 53 itens dedicados a compreender as percepções dos(as) servidores(as) sobre dimensões como apoio da chefia e da instituição, conforto físico, coesão entre pares, e controle e pressão. A estimativa de tempo de resposta é entre 7 e 9 minutos. Os dados obtidos são tratados de maneira sigilosa, garantindo o anonimato das identidades dos(as) respondentes.

Pela primeira vez, a UFRN conduzirá, com o objetivo de contemplar todas as unidades que compõem a instituição, a pesquisa de clima organizacional. Essa pesquisa, diferentemente das pesquisas de subclimas organizacionais (direcionadas à unidades específicas da UFRN) já aplicadas na instituição, traz uma perspectiva global, permitindo a participação de todos(as) os(as) servidores(as) que vivenciam o trabalho na universidade.


PUENTE-PALACIOS, K; MARTINS, M. C. F. Gestão do clima organizacional. In BORGES, L. O. & MOURÃO, L. (Org.). O trabalho e as organizações: atuações a partir da psicologia. Porto Alegre: Artmed, 2013. p. 253-278.

- Quem pode responder?


Todos os servidores docentes e técnico-administrativos ativos;


- A participação é obrigatória?


A participação é voluntária.


- Qual o período para enviar resposta?


De 1° de dezembro de 2022 até 15 de janeiro de 2023.


- Onde e como as pessoas podem responder?


O formulário da pesquisa de clima poderá ser acessado, durante o período de aplicação, através de link disponibilizado nos Sistemas Integrados da UFRN (SIGRH, SIPAC, SIGAA e SIGADMIN)  e no Portal PROGESP;


- Com base nas respostas, o que será feito?


Compreender o universo do clima organizacional na UFRN propiciará mais assertividade na proposição de ações interventivas e preventivas, proporcionando ao servidor melhorias para o seu cotidiano laboral.

Os dados obtidos serão tratados estatisticamente, garantindo o sigilo das informações. As análises e achados orientarão ações e políticas nos diversos subsistemas de gestão de pessoas da UFRN, permitindo traçar estratégias e planos de ação voltados a fortalecer a Instituição como um todo.


- Qual a importância da participação das pessoas?


A participação dos(as) servidores(as) na 1ª Pesquisa de Clima Organizacional da UFRN é de suma importância para a construção de melhorias para toda a Instituição. Além disso, a pesquisa de clima organizacional proporciona um espaço de escuta para as vivências e demandas dos(as) servidores(as) da UFRN, que poderão oferecer feedbacks importantes para a Instituição, na busca coletiva por melhorias e avanços em diferentes frentes, tais como:

  • Promover uma análise no ambiente de trabalho para identificar pontos fortes e de melhoria. 

  • Subsidiar a gestão com informações acerca dos contextos de trabalho, a fim de melhorar as políticas internas da instituição. 

  • Possibilidade de comparar resultados periodicamente, para então viabilizar e atualizar ações e estratégias institucionais voltadas à gestão do clima organizacional. 

  • Possibilitar um canal de reflexão para os(as) servidores(as) e ampliar os canais de escuta às demandas dos(as) servidores(as). 

  • Ampliação do conhecimento acerca do comportamento dos(as) servidores(as) no contexto de trabalho.

Clique aqui e responda a Pesquisa de Clima Organizacional.

Em breve, confira aqui o relatório com os resultados da 1ª Pesquisa de Clima Organizacional da UFRN.